segunda-feira, julho 13

Dia de Sol


Não sei se todos amam, como eu, uma tarde de sol e frio. Teve música na praça (muito provinciano, não?) e fomos Samuca e eu pra lá.
Levei o "carrão" dele e brincamos uma tarde toda. Juntos e felizes.


Os amiguinhos dele amaram o carro dele e não pararam um minuto de andar, até brigaram por isso, hahahaha. Depois chegou a Sofia com sua bici e aí foi uma função ainda maior!!!


Na minha época de criança confesso que detestava a história de me pedirem "uma voltinha". Como assim? Pq eu tinha que deixar a minha bicicleta que levei tanto tempo pra conseguir pra outra pessoa andar. Mas acabava deixando, e sempre era uma função.


Hoje em dia eu entendo que nem todo mundo pode ter a infância que eu tive. É triste, mas é a realidade. Eu realmente não entendia que uns podiam mais do que os outros, porque sempre lidei de igual pra igual com todo mundo. Aliás, isso me trouxe muito problema.


Eu ganhava os presentes e queria mostrar, não porque eu quisesse me exibir, mas pelo simples fato de estar muito feliz por ter sido presenteada.


Mas enfim... a vida realmente não é assim, e vejo que nada mudou.


3 comentários:

Ana disse...

A gente precisa estimular os filhos a serem autênticos, eu acho...
Nada melhor do que a liberdade de ser quem a gente é. E se saber amado exatamente por isso!
Ele tem cara de quem vai saber lidar com o que vier!! Mérito teu!

Dolores Medeiros disse...

Meu tchuchuco!!!Não tô mais aguentando de saudades....já comecei a planejar o sequestro!

obocatriste disse...

Cara, ver esse gurizinho aí é como entrar em um túnel do tempo. Ele é nós!

Pode gostar de

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...